sábado, 31 de janeiro de 2009

sábado, 31 de janeiro de 2009

Mares de mim

Tem uns “gostares” que a gente não explica. Um amor, um sabor, uma cor, um livro, uma música. Um dia simplesmente despertam um não-sei-o-que lá dentro de nós e pronto, fomos “tocados”. Poesia é assim, filmes também. De tempos em tempos, é uma música que se “apodera” da minha mente e por dias só ouço a mesma.

Ultimamente, quem andou aprisionando-me na mesma letra e melodia, foi um músico bem polêmico, e eu como sou cheia de “gostares’ estranhos, admiro muita coisa da produção musical dele. A música que ando ouvindo ultimamente é Mares de Ti, do Carlinhos Brown. Engraçado que o Brown mistura umas palavras esquisitas, que aparentemente não tem nenhum significado, mas aí entra a história da “viagem” que cada um faz quando ouve música, lê poesia, enfim. Mares de Ti tem esse poder sobre mim, mobiliza meus sentidos, meus sentimentos, sem nem eu entender muito bem a razão. Mas emoção nem precisa ter razão!

Procurei um vídeo no youtube, não achei. Resolvi fazer um, para colocar aqui. Virou um varal de foto com trilha sonora.


Bom fim de semana!


video

Trechos da Letra:

Se tropeçar meus pés cansados
Nos mares de ti
Cuidar de mim cuidar de ti
As fases e frases
desfazem nos jeans

Porque que é só você que sabe
Aonde surfir
O mais bonito do magnífico
Se teu sorriso esculpe

Solidão
A vida nos fez
Apesar de ter
Solidão...

Não sei pisar no breque
Tomo charrete
Pros lares rubis
Pensando nisso
Pensando em ti

Senti felicidade sem fim
Se for passar preciso sarar
É quase inútil
Ficar de ir
Ficar de vir
Ficar feliz isso sim